História

Em 23 de Janeiro de 1991, foi criado em Portugal o primeiro Banco Alimentar Contra a Fome, por iniciativa de José Vaz Pinto.

Uma ideia de John Van Hengel, que em 1967 fundou o primeiro Food Bank, em Phoenix, no Arizona, deu inicio a um movimento que existe hoje nos 6 continentes. A ideia foi trazida para a Europa em 1984, tendo sido criados Bancos Alimentares em França e na Bélgica.
Foi com base nos princípios da dádiva e da partilha, na gratuidade das contribuições, na luta contra o desperdício de produtos alimentares e na sua repartição pelas pessoas mais necessitadas, através de instituições de solidariedade, que se assistiu em Abril de 1990, à constituição do Banco Alimentar Contra a Fome em Lisboa. Foram também estes os princípios que estiveram na génese de todos os Bancos que se seguiram.

Em 23 de Fevereiro de 1999 foi constituída a Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, com o objectivo de zelar pela missão e valores, harmonizar e coordenar os procedimentos e as práticas dos vários Bancos em actividade e auxiliar à constituição de novos Bancos noutros pontos do país, por forma criar uma rede de combate ao desperdício e de ajuda aos mais necessitados tão estruturada quanto possível.

A procurar...
BA AbrantesBA AlgarveBA AveiroBA BejaBA BragaBA Castelo BrancoBA CoimbraBA Cova da BeiraBA ÉvoraBA Leiria-FátimaBA LisboaBA MadeiraBA OesteBA PortalegreBA PortoBA SantarémBA São MiguelBA SetúbalBA TerceiraBA Viana do CasteloBA Viseu

Campanha de Recolha em Supermercados

A próxima campanha de recolha de alimentos dos Bancos Alimentares realiza-se nos dias 27 e 28 de Maio de 2017.

Guarde a data! Seja voluntário e alimente esta ideia. Partilhar sabe bem.

Saiba mais »

Na campanha do último fim-de-semana, Bancos Alimentares Contra a Fome recolhem 1.921 toneladas de alimentos

1 milhão novecentos e vinte e um quilos de alimentos doados !
Uma extraordinária adesão dos portugueses e uma renovada manifestação de generosidade e solidariedade para com as famílias com necessidades. Os Bancos Alimentares expressam a sua pública gratidão pela confiança sempre renovada de todos quantos contribuíram com alimentos, voluntariado e serviços.

Saiba mais »
mais notícias »