Pessoas Assistidas - BANCO ALIMENTAR DE LEIRIA-FÁTIMA

Este gráfico apresenta a evolução anual do número de pessoas assistidas pelo conjunto das instituições apoiadas pelo Banco Alimentar Contra a Fome de Leiria-Fátima.

conheça toda ahistóriaBanco Alimentar de Leiria-Fátima

O grupo de 31 associados fundadores do Banco Alimentar Contra a Fome de Leiria-Fátima decidiu, em assembleia geral “constituinte” , de Fevereiro de 2003, criar a Associação de Apoio a Familias Carenciadas de Leiria-Fátima, constituida para dar suporte ao Banco Alimentar.

O grupo de 31 associados fundadores do Banco Alimentar Contra a Fome de Leiria-Fátima decidiu, em assembleia geral “constituinte” , de Fevereiro de 2003, criar a Associação de Apoio a Familias Carenciadas de Leiria-Fátima, constituida para dar suporte ao Banco Alimentar.
A vontade de abraçar este projecto apoiou-se no objecto social que irmana todos os BAs, dotando esta região com uma unidade da rede e também para, de algum modo, realizar um trajecto diferente de uma experiência anterior, com repercussões muito negativas.
A escritura notarial realizou-se em 9 de Abril de 2003, tendo-se iniciado a actividade com a campanha de recolha de finais de Maio, em cinco lojas em Leiria. Optou-se por um plano de crescimento progressivo, mas ponderado, atendendo-se à capacidade técnica e financeira, o que tem produzido um resultado favorável, quanto a resultados e ausência de situações dignas de registo negativo.
A zona influência situa-se na área norte do distrito de Leiria, dada a constituição do Banco Alimentar do Oeste, nas Caldas da Rainha.
Actuamos nos seguintes concelhos do distrito de Leiria: Leiria, Batalha, Porto de Mós, Marinha Grande, Pombal, Ancião e Figueiró dos Vinhos. Integramos também Ourém do distrito de Santarém. Ainda não foi possível reunir as condições para alargar a acção aos concelhos de Alvaiázere, Pedrogão Grande e Castanheira de Pera.
A actividade laboral apoia-se, totalmente, no voluntariado, que, salvo situações pontuais, tem correspondido, estando a assistir-se a crescente oferta.
Das naturais dificuldades que sempre afectam as instituições deste cariz, destacamos as de tesouraria, pois que, apesar de sobrevivermos com orçamento modesto, grande parte do mesmo é absorvido pelo custo da renda das n/instalações, em Parceiros.
Estamos empenhados em minimizar as carências alimentares de muitas pessoas desfavorecidas na nossa região, actuando dentro do lema “Recolher onde sobra para distribuir onde falta”. Precisamos do apoio da comunidade na entrega e partilha de alimentos e na ajuda financeira para suportar os custos de funcionamento.

ler mais

Estes são os Númerosque fazem a diferença em Leiria-Fátima em 2017

  • 273ton

  • 59

  • 6655

Notícia

Sob o mote “É preciso mais para que falte ainda menos”

27.11.18

Bancos Alimentares voltam a apelar à contribuição com nova Campanha de Recolha de alimentos já no próximo fim de semana.

Ler mais